domingo, abril 17

Chuviscos

Lá fora cai uma chuva miúdinha que apela ao aconchego. Estes dias sem sol funcionam para mim como uma paragem na correria diária (sim, porque o fim de semana às vezes também pode ser uma correria...). Então fico em casa, a curtir o meu "casulo", só eu e os livros e discos ou filmes que vou revisitando. Coisas que me marcaram e que eu aproveito para mais uma vez estar com elas.
Fim de semana sem horários de qualquer espécie - para mim o paraíso! É a anarquia temporal total. Levanto-me às 15, almoço à hora do jantar:), jantar então nem se fala.... adoro isto ,sinceramente.
Todo este "dolce far niente" é extremamente retemperador. Ficar enrolada no sofá de olhos fechados a conversar comigo mesma é das minhas "actividades" preferidas em dias como este.
Poderia estar com amigos, ir com eles ao café, mas não, eles já sabem que eu sou assim e respeitam essa minha faceta; preciso de tempo só para mim, sempre precisei. Até o telemóvel eu desligo!!!
Se me apetecer dar "duas de treta" é só pegar no telefone e tá feito.
"Falar" convosco ou com outros amigos na net é bom, mas não chega, falta a voz, o sorriso que nem todos os smileys do mundo conseguem transmitir.
E agora que já falei convosco, vou voltar à leitura. Estou a começar a ler "Uma mulher nua" de Lola Beccaria, autora espanhola para mim desconhecida.
Pelo que li na contra-capa, é um livro que fala de afectos, de sexualidade, penso que poderá ser interessante. Depois digo-vos...

10 Comments:

Blogger jotakapa said...

Às vezes (muitas vezes) precisamos dessa liberdade de escolhermos o nosso ritmo! Sabe bem!

11:03 da tarde  
Blogger andorinha said...

Se sabe, jotakapa. Preciso dela muitas vezes.
Beijinho

1:01 da manhã  
Blogger Anna^ said...

Também sou fã desses momentos...e apesar dos filhotes ainda os consigo ter...apesar de muitasdas vezesserem a dois...o que também não é mau :)

Bjokas e uma boa semana ":o)

10:49 da manhã  
Blogger PortoCroft said...

Esses momentos são preciosos e indispensáveis.

Se essa autora, nesse livro, fala de sexo, é porque é bom. Depois conta, como foi. ;)

12:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Olá andorinha
Essa do"...eles já sabem que eu sou assim e respeitam essa minha faceta; preciso de tempo só para mim, sempre precisei." é mesmo uma caracteristica indiscutível dos sagitários. Embora sejamos pessoas extrovertidas e alegres temos também esses momentos que precisamos para nós (que ninguém nos chateie nesses momentos, não é assim? :)
Eu estou a ler vários livros ao mesmo tempo, mas o último que comecei "Memória das minhas putas tristes" do GGM, de quem sou fã incondicional, está a deliciar-me, embora ainda não tivesse passado do 1º capítulo, por manifesta falta de tempo. :(

Maite

4:04 da tarde  
Blogger andorinha said...

Anna^,
A dois também é bom,claro:)
Beijinho

Portocroft,
Conto como foi o quê? O livro ou o sexo?!

Maite,
Também Sagitariana?! Bem me parecia que tínhamos algo em comum.
E é mesmo como tu dizes:que ninguém nos chateie nesses momentos.
Também quero ler esso do GGM mas o tempo é realmente um grande inimigo:(

A todos - fico contente por aparecerem. A casa está sempre aberta, apareçam sempre que quiserem.
Beijinhos

6:30 da tarde  
Blogger PortoCroft said...

Andorinha,

Do sexo, claro. Quero lá saber do livro. ;)

Eu fico espantado como o pessoal vai para a cama e ainda lê. Faz-me confusão isso. Na cama só faço duas coisas: Adormecer e acordar. ;)

6:48 da tarde  
Blogger andorinha said...

Portocroft,
Mas quem te disse que leio na cama?:))
E então as outras fazes onde?
Novas ideias são sempre bem-vindas:))

7:19 da tarde  
Blogger PortoCroft said...

andorinha,

A imaginação é um cavalo, rédea solta, a galope...

Oh!...Garota linda... As outras coisas fazem-se como, quando e onde... sem restrições de espécie nenhuma. Cappicci? ;)))

12:53 da tarde  
Blogger andorinha said...

Portocroft,
Cappicci, claro!
Só quis ter a confirmação de um perito:)

5:02 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home