terça-feira, abril 12

Canção de engate

tu estás livre e eu estou livre
e há uma noite pra passar
porque não vamos unidos
porque não vamos ficar
à ventura dos sentidos?

tu estás só e eu mais só estou
que tu tens o meu olhar
tens a minha mão aberta
à espera de se fechar
nessa tua mão deserta...

vem que o amor não é o tempo
nem é o tempo que o faz
vem que o amor é o momento
em que eu me dou e tu te dás.

tu que buscas companhia
e eu que busco quem quiser
ser o fim dessa energia
ser um corpo de prazer
ser o fim de mais um dia...

tu continuas à espera
do melhor que já não vem
que a esperança foi encontrada
antes de ti por alguém
e eu sou melhor que nada.

António Variações


Poderemos nós algum dia fazer amor assim?

16 Comments:

Blogger lobices said...

...porque não?
...é apenas (e mais uma vez) uma questão de escolha...
:)*

6:09 da tarde  
Blogger Mitsou said...

Bela escolha, andorinha. Não será com esse amor que todos nós sonhamos? Um beijo, amiga :)

12:28 da manhã  
Anonymous Pombo Correio said...

Andorinha,
vamos ser rápidos... B. pergunta, se serias capaz de levar um comentário para o Não Sei Brincar. Sê discreta, isto está cheio de espiões. B. está prisioneira de Sakamoto e não pode fazer nada. Se disseres que sim, eu vou lá e trago-te a mensagem

12:57 da manhã  
Blogger andorinha said...

Que raio é isto?!!!
O polícia dá-me as boas vindas, agora uma pergunta destas? É complicado. Eu sei que isto está cheio de espiões por isso nem sequer devíamos estar a trocar estas mensagens...
Que raio aprenderam vocês nos filmes de espionagem? Não têm noção dos perigos que correm?

E por último digam-me uma coisa: isto é alguma espécie de ritual de iniciação ou teste para ver se "mereço" comentar no NSB?

1:54 da manhã  
Blogger Tão só, um pai said...

... o tempo de espera, às vezes, é demasiado, para quem quer amar e ser amado. Por isso, que sonhem as princesas, e os seus príncipes enamorados, aqui para a gente, existem outros sonhos e mentes, aqui, mesmo ao lado.

8:06 da manhã  
Anonymous pombo correio said...

não, não, não... não percebeste!... os do Não Sei Brincar é que nos queriam tramar, nós somos os que fizeram o golpe de estado...compreendes? vou-me embora...fui detectada...aguardo a tua resposta

9:20 da manhã  
Blogger Calvin said...

Oxalá que não. "Eu sou melhor que nada"? Não quero um amor assim! :o)

9:46 da manhã  
Blogger Anna^ said...

Atendendo ao título,não me parece q amor e engate tenham muito a ver um com o outro...e estou quase como o Calvin:"e eu sou melhor que nada"? amor assim não...obrigada :)

Mesmo assim acho o tema interessante andorinha :)

bjokas ":o)

1:14 da tarde  
Blogger andorinha said...

Anna^,
O amor pode começar pelo engate....
"..e eu sou melhor que nada" realmente apetece dizer "não, obrigada". Mas não será o que às vezes acaba por acontecer?

Calvin,
Claro que eu também não quero um amor assim; só tenho medo que algum dia eu venha a encontrar e a ficar com alguém de quem eu pense "tu és melhor que nada"

7:01 da tarde  
Blogger andorinha said...

pombo correio,

Sou contra golpes de estado...

7:03 da tarde  
Anonymous pombo correio said...

És tesa! Por tua causa a B. vai ter de magicar outra coisa. Ou tu não gostas da B.? Mas olha que ela é uma desgraçada! Concubina do outro! Já viste? tenho muita pena dela.

8:58 da tarde  
Blogger andorinha said...

pombo correio,

Sei lá se gosto da B....
Eu demoro muito a decidir uma coisa dessas.
E não tenho pena nenhuma dela.
Já começo é a ter pena de mim.

11:12 da tarde  
Anonymous Pombo Correio said...

Não tens pena?!?! Como voas, então?

1:33 da manhã  
Blogger andorinha said...

pombo correio,
Ainda não estás cansado?!
Voo com penas, burro, não com pena!

2:34 da manhã  
Anonymous Pombo Correio said...

Ah! Vou pensar nisso que me disseste.

2:59 da manhã  
Anonymous Pombo Correio said...

Só mais uma coisa: eu não me canso, sou um pombo correio, fui feito para isto: levar e trazer.

3:01 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home