sexta-feira, maio 13

Será assim?

" Com excepção de alguns seres excepcionais, todos nós procuramos basicamente o nosso próprio interesse, pelo que as amizades e as inimizades se tecem com base em motivos egocêntricos. Assim sendo, poucos são os amigos fiéis."

Tsering Paldrön, A alquimia da dor

Sim, não, talvez?...

12 Comments:

Blogger Ale (mestressan) said...

Acho que responde essa pergunta a oração de São Francisco de Assis. Devemos sempre:
Amar mais que ser amado
Compreender que ser compreendido
consolar que ser consolado...e assim vai! Devemos ser amigos, mas também queremos a amizade das pessoas! O que diferencia é quando o querer extrapola o limite do outro em função do querer de um! Beijo e bom fim de semana!

8:26 da tarde  
Blogger Maite said...

Que fatalismo!

O "sim" ou o "não" sempre, o "talvez" nunca.

Bom fim de semana

9:07 da tarde  
Blogger Faroleiro said...

Qual fatalismo?!
Não é preciso nenhum iluminado para ver que são os interesses que movem o mundo. E esses "excepcionais"... ouvi dizer que existem mas nunca vi nenhum. Os que sei que existem estão mortos como São Francisco de Assis e que muito prezo.

6:55 da tarde  
Anonymous Gilda said...

«Talvez» de David Mourão-Ferreira, para a Professora Odete, que também gosta desta palavra e sabe interpretá-la:
" Talvez os galos rujam os leões cacarejem/ mas a nossos ouvidos nos pareça o contrário"/ (...)
" Ou talvez estes versos sejam só o enredo/ de dez rios dois astros a névoa de uma casa"

Com um beijinho da G.

10:02 da tarde  
Blogger andorinha said...

Faroleiro,
Se calhar não duma forma tão extrema (tenho sempre uma réstea de esperança no ser humano) :)posso dizer que partilho a tua opinião.

Gilda,
Obrigada pelos versos.
Um beijinho

5:19 da tarde  
Blogger Mitsou said...

Serão raros mas existem. No meu caso, tenho provas disso. Um beijo carinhoso e boa semana, linda :)

6:31 da tarde  
Blogger AmigaTeatro said...

Eu ainda acredito nas verdadeiras amizades...

... agora, claro, há gente para tudo em que, para atingir os seus objectivos se passa por cima de tudo e de todos...

enfim...

;)

11:44 da tarde  
Blogger Rosa said...

O nosso próprio interesse é a única coisa que conta. Não estamos nesta vida para aplanar o caminho para os outros, mas sim para seguir o nosso. Os "seres excepcionais" são aqueles que incluem a amizade verdadeira e o respeito pelos outros nos seus próprios interesses.
E pronto, é a minha opinião... :)

1:26 da tarde  
Blogger Ale (mestressan) said...

Não há nada de mau no interesse...apenas, devido as atitudes humanas tornaram esta palavra estigmatizada por um significado pejorativo, sendo assim, sendo assim sinônimo de egoísmo, assim como o fato de ser político tornou-se sinônimo de alguns outros termos, como corrupto etc. Mas a essência da palavra é boa...concordo de certa forma com Rosa e acho que todos nós podemos fazer de nossos interesses algo que beneficie a nós e ao nosso próximo! Bom dia Andorinha!

1:51 da tarde  
Blogger PortoCroft said...

E eu, excepcionalmente, apenas excepcionalmente, note-se, concordo em absoluto com a Rosinha dos sorrisos. ;)

3:08 da tarde  
Blogger Bastet said...

Eu continuo a acreditar nos seres excepcionais e nas amizades excepcionais apesar das desilusões levam vantagem as compensações :)

5:30 da tarde  
Blogger andorinha said...

Rosa, Ale, Portocroft e Bastet,
concordo com vocês no essencial.
Continuo a acreditar no ser humano (apesar de como a Bastet já ter tido algumas decepções) e portanto considero que uma amizade verdadeira e "desinteressada" é possível.
Beijunhos a todos.:)

6:22 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home