quinta-feira, abril 6

As más notícias continuam

15 mil jovens deixam escola todos os anos

"Todos os anos, cerca de quinze mil jovens saem da escola sem o nono ano de escolaridade e vão engrossar o exército de desqualificados do país".
Estes números foram manifestados, com preocupação, em Guimarães, pelo secretário de Estado da Educação, Valter Lemos.
O governante falava no âmbito da XXV Semana Aberta da Escola Secundária Francisco de Holanda que decorreu a semana passada. Apesar da evolução que se verificou no sector da educação, nos últimos anos, Portugal continua a ter índices muito baixos de formação.
"Somos últimos em todos os índices educativos e temos elevadas taxas de abandono escolar precoce, muito abaixo dos parceiros da União Europeia", afirmou o governante.

E assim vai este país...

9 Comments:

Blogger wind said...

Mas isso deve-se a vários factores. familias desorganizadas, programas extensos, desmotivação dos alunos, n~~ao haver condições para algumas escolas terem cursos profissionais e páro por aqui senão fazia um testamento:) beijos

6:34 da tarde  
Blogger Catarina Costa said...

Concordando com o que a wind disse, passa muito pela educação em casa.
Nos países nordicos os pais nao ajudam os filhos quando estes vão para a faculdade. Recorrem então a um programa europeu, uma espécie de empréstimo para estudar, que pagarão quando começarem a trabalhar. Vejo, nesses meus colegas de faculdade nórdicos, uma grande força de vontade para estudar e ser alguém na vida.
Nao condeno os pais que dão tudo aos seus filhos só acho que a maioria dos jovens hoje não dá valor.
Há outros problemas nas escolas portuguesas que não se vêm no resto da europa.
E sim, concordo que portugal vai mesmo a cair fundo.

7:14 da tarde  
Blogger AQUILES said...

Concordo Wind. As culpas disto tem mesmo testamento com grande rol.
Todos em Portugal são culpados. Eu também.
Não mealongo.
Catarina, a questão do valor é em cheio.

9:07 da tarde  
Blogger quarentaom said...

APELO em divulgação na internet:

ÚTEROS ARTIFICIAIS: Uma Investigação Cientifica Prioritária


[ em ANEXO está explicado a origem do TABÚ-SEXO ]


As Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir a sua História!!!

As Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir que a SOBREVIVÊNCIA não caiu do céu!!!
As Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir que a SOBREVIVÊNCIA só foi possível graças a um Largo Trabalho Sociológico...... nomeadamente, uma Boa Gestão dos Recursos Humanos...... nomeadamente, o facto de elas terem conseguido MOTIVAR os machos sexualmente mais fracos no sentido de eles se interessarem pela SOBREVIVÊNCIA da SUA Identidade!!!
Dito de outra forma, agora que possuem as 'costas quentes' - graças à existência de Armas de Alta Tecnologia - as Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas não podem... pura e simplesmente... deitar os machos sexualmente mais fracos... para o 'caixote do lixo' da sociedade!!!!!!......


Como seria de esperar, o FIM do Tabú-Sexo está a provocar o Declínio Acelerado de muitos Povos Tradicionalmente Monogâmicos...
Com o FIM do Tabú-Sexo veio a acontecer aquilo que seria exactamente de esperar: a percentagem de MACHOS SEM FILHOS disparou... e... exactamente como seria de esperar... os machos de maior sucesso passaram a ter filhos de sucessivos casamentos...


Com o fim do Tabú-Sexo também vieram a suceder os seguintes fenómenos:
-1- a proibição da Poligamia passou a ser uma coisa que JÁ NÃO FAZ SENTIDO; de facto, basta observar o seguinte: muitas fêmeas das Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas passaram a procurar machos de melhor qualidade... oriundos de Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas...
[ Nota: Nas Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas apenas os machos mais fortes é que têm filhos... ou seja... estas Sociedades procuram seleccionar e apurar a qualidade dos seus machos... ]
-2- muitos machos das Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas passaram a ir à procura de fêmeas Economicamente Fragilizadas... oriundas de outras Sociedades...
[ Nota: Aqueles machos ( dotados de Boa Saúde... ) que não estão interessados em seguir este caminho..., devem possuir o LEGÍTIMO Direito de ter acesso a Úteros Artificiais ]


Mais, a Prostituição deve ser uma actividade rigorosamente controlada pelo Estado... de forma a que:
-1- seja concedido às profissionais do sexo todas as condições consideradas necessárias...
-2- os lucros obtidos com a exploração da 'Prostituição de Luxo'... possam comparticipar uma 'Prostituição a Custos Controlados'... mais barata ( para os Machos Sexualmente Mais Fracos - rejeitados pelas Fêmeas ) ... e sem 'beliscar' a dignidade das profissionais do sexo.



***************************************



ANEXO: A origem do TABÚ-SEXO

--- Nos tempos mais antigos... as mulheres teriam possuído toda a Liberdade e Independência.

--- Depois, mais tarde, pela necessidade de luta pela sobrevivência... ou ... pela ambição de ocupar e dominar novos territórios... alguém fez uma descoberta extraordinária: --> A REPRESSÃO DOS DIREITOS DAS MULHERES!
--- A Repressão dos Direitos das Mulheres tinha como objectivo tratar as mulheres como uns meros 'úteros ambulantes'... para que... as sociedades ficassem dotadas duma VANTAGEM COMPETITIVA DEMOGRÁFICA!!!!!!
--- De facto, quando as guerras eram lutas 'corpo-a-corpo' o factor numérico ( número de combatentes disponíveis ) era de uma importância decisiva... visto que...esse factor era ( frequentemente ) determinante na decisão das Batalhas e das Guerras...

--- Depois, pela necessidade de luta pela sobrevivência... ou ... pela ambição de ocupar e dominar novos territórios... alguém fez uma nova descoberta extraordinária: --> O TABÚ-SEXO!
--- O Tabú-Sexo tinha como objectivo proporcionar uma melhor rentabilização dos Recursos Humanos da Sociedade!?!?!?!...
--- De facto, o Ser Humano não é nenhum Extraterrestre: tal como acontece com muitos outros animais mamíferos, duma maneira geral, as fêmeas humanas são 'particularmente sensíveis' para com os machos mais fortes...
--- Analisando o Tabú-Sexo:
- a sociedade dificultava o acesso das mulheres à independência económica;
- as mulheres que não casassem eram alvo de crítica social...
[ portanto... como é óbvio... as mulheres eram 'pressionadas' no sentido do Casamento ]
- não devia haver sexo antes do Casamento;
- as mulheres não deviam procurar obter prazer no sexo;
- as mulheres que se sentissem sexualmente insatisfeitas, não podiam falar nesse assunto a ninguém, pois o desempenho sexual dos machos não podia ser questionado;
- era proibido o divórcio;...
...........torna-se óbvio que o Verdadeiro Objectivo do Tabú-Sexo eram montar uma autêntica armadilha às fêmeas... de forma a que... estas fossem conduzidas a aceitar os machos sexualmente mais fracos!!!
--- Dito de outra forma, o VERDADEIRO OBJECTIVO do Tabú-Sexo era proceder à integração social dos machos mais fracos!!!

--- Nota: Quando as guerras eram lutas ' corpo-a-corpo', para além do factor numérico ser de de muita importância... frequentemente... o que decidia as guerras era a MOTIVAÇÃO com que os combatentes ( os homens ) lutavam...
--- Concluindo, ao permitir que fosse realizada uma Boa Gestão dos Recursos Humanos da Sociedade... o Tabú-Sexo fez com que... as sociedades ficassem dotadas duma VANTAGEM COMPETITIVA!!!...

MAIS:
--- Quando as batalhas eram lutas corpo-a-corpo... essas batalhas seriam autênticas carnificinas... portanto... era necessário uma grande disciplina... para não existirem homens cada um a fugir para o seu lado...
--- Ora, os responsáveis militares, da altura, não andavam a dormir... e sabiam que para se construir um exército disciplinado era necessário realizar previamente um Largo Trabalho Sociológico de Longo Prazo... no sentido de formar 'Homens Rudes'...; portanto, não é de admirar que tenham surgido na sociedade ' frases-feitas ' do tipo:
- " um homem nunca chora ";
- " não és homem não és nada se... ";
- " a tropa foi feita para os homens ";
- etc...

Que eu me lembre... eis três casos curiosos:
-1- as mulheres tinham de ficar em casa a cuidar dos filhos ( ou seja, era necessário assegurar a Capacidade de Renovação Demográfica...) , caso contrário, o inimigo impunha uma Guerra de Desgaste Demográfico... e ao fim de uma geração ( sem Renovação Demográfica do ‘outro lado’... )... ganhava a guerra 'com uma perna às costas'.
-2- as viúvas não podiam voltar a casar... pois... não era nada benéfico para a moral dos combatentes... eles pensarem que... se eles viessem a morrer no campo de batalha... depois a mulher ia 'curtir' com outro...
-3- existia uma forte repressão sobre os homossexuais... visto que ... a Sociedade necessitava de 'Homens Rudes' para combater nas batalhas ( autênticas carnificinas de lutas corpo-a-corpo... ).



P.S.
É preciso desmascarar esta SOCIEDADE HIPÓCRITA que pretende que sejam classificados como 'PRECONCEITOS'... determinados comportamentos... que foram ABSOLUTAMENTE NECESSÁRIOS para a sua SOBREVIVÊNCIA!!!......

11:26 da tarde  
Anonymous Ana Afonso said...

Ola Andorinha
Não podia estar mais de acordo com a Wind, há tantos tantos factores envolvidos!!
A falta de futuro profissional é um dos pontos que gostava de salientar!!
E acima de tudo não podia estar mais de acordo com a Catarina Costa a geração mais jovem de hoje não da valor ao que tem e por isso não luta por nada não se esforça por nada!!
Não é de todo um bom caminho o nosso não !!
Um excelente fim de semana !!!
Abraços e sorrisos
Ana Afonso

12:13 da tarde  
Blogger AQUILES said...

Ana Afonso.
Não é só o futuro profissional.
É sobretudo o futuro do país. A ausência de esperança que os envolve,da familia e dos amigos, está a marcar profundamente uma juventude que cada vez mais tende a alienar-se da realidade que se perspectiva no horizonte.

3:29 da tarde  
Blogger andorinha said...

Wind,
Tens toda a razão, esses são alguns dos factores que contribuem para essa situação.
Beijos.

Catarina,
Bem-vinda!
Focaste um ponto importantíssimo, o do valor que os jovens dão ou não às coisas. Penso que aqui em Portugal há as duas situações: aqueles alunos cujos pais lhes dão tudo e então não precisam de lutar por nada e não têm qualquer motivação para o fazer e os outros, de famílias desestruturadas que não têm qualquer apoio nem incentivo e por isso desistem.
Enquanto não se inverter este estado de coisas, o país caminha para o abismo.

P.S. Estás a estudar na República Checa?

Aquiles,
Mais uma vez de acordo, as causas são múltiplas e todos somos culpados, quanto mais não seja por passividade.

Ana afonso,
tens toda a razão, os jovens de hoje não dão valor ao que têm e não têm objectivos definidos, parece que perderam a capacidade de lutar por aquilo que querem.
Como refere Aquiles é o futuro de todo um país que está em jogo e não se auguram boas perspectivas.
Beijinhos e um óptimo fim-de-semana.:)

5:46 da tarde  
Blogger Anna^ said...

Não é arranjando um culpado q o problema se resolve;a situação é bem mais grave e a solução passaria por em conjunto se encontar a solução...mas como sempre ,este país enterra a cabeça na areia e sempre é preferivel deitar as culpas á chamada "geração rasca" do que pôr o problema na mesa e discuti-lo abertamente.É verdade q muitos dos nossos jovens n dão valor ao q se lhes oferece...mas quem os educou assim?Cruzar os braços é bem mais fácil mas onde está o espirito guerreiro q sempre nos caracterizou durante tantos anos de história??
E andámos sempre á volta da mesma discussão:quem nasceu 1º:o ovo ou a galinha?
Eu continuo a acreditar!!!Pelo futuro dos meus filhotes continuo a achar que vale a pena ir em frente!Acho q é o mínimo q posso fazer por eles:manter o sonho e lutar para q se torne realidade:um País sem vergonha de cá viver!
Desculpa se me alonguei :)

bjokas grandes e um bom fim de semana ":o)

7:50 da tarde  
Blogger andorinha said...

Anna^,
Claro que cruzar os braços não leva a lado nenhum e muito menos devemos atribuir todas as culpas aos jovens. É sempre o perigo das generalizações.
Embora não conheça os teus filhotes, com certeza que se todos fossem como eles, as coisas correriam de outra forma; tem muito a ver com os pais, como dizes.
E podes-te alongar à vontade, há espaço.:)))
Beijinhos e bom fim-de-semana.

9:49 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home