quarta-feira, março 22

Ainda a velha questão das quotas...

O PS assinalou o Dia da Mulher fazendo aprovar legislação sobre percentagens de mulheres nas listas para os cargos políticos. Assim, lista que não compreenda 33 por cento de mulheres será excluída do concurso eleitoral. Ou seja, as mulheres entram a bem ou a mal; quem as não tem que as arranje!
Já Pacheco Pereira referia que "se a questão é colorir o Parlamento com a exacta proporção dos diversos grupos demográficos, então estabeleçam-se quotas para mulheres e homens, homossexuais, heterossexuais, brancos e mestiços, cristãos, muçulmanos, ateus, etc. Assim o país, na sua ampla diversidade, teria assento no Parlamento. Mas, estaria representado?
A paridade não é um conceito quantitativo mas qualitativo. Não é ter o mesmo número mas assegurar as mesmas oportunidades. Implica, portanto, a mudança da cultura dos partidos e das formas de exercício do poder.

Excerto de um artigo da NM

Não poderia estar mais de acordo. As mulheres devem exercer os diferentes cargos pela sua competência e não porque as quotas assim o determinam. Criem-se é condições para que cada vez mais mulheres se sintam incentivadas a participar.

9 Comments:

Blogger wind said...

Concordo plenamente, aliás já num post anterior tinhareferido este caso. Beijos

8:47 da tarde  
Blogger Su said...

miga, vim deixar.te um avião cheio de jocas maradas

9:04 da tarde  
Blogger Pamina said...

Também acho que não é assim que se mudam realmente as coisas, mas com bons "sistemas de apoio". Não merece a pena enumerar, todos sabemos o que faz falta.
Um beijinho.

10:27 da tarde  
Blogger Anna^ said...

Para mim foi mais uma palhaçada.
O resto já nós sabemos.

bjokas ":o)

11:16 da tarde  
Anonymous O Sical said...

E não só as mulheres deveriam exercer os diferentes cargos pela sua competência. Os homens também.
Mas como estamos num país de faz de conta o que interessa é a aparência. Assim as mulheres e os homens que vão para a politica e etc, vão por razões que nada têm a ver com a competência.

9:06 da manhã  
Anonymous Ana Afonso said...

Ola Andorinha
No mundo do ideal essa ideia seria genial mas tudo não passará de certeza disso mesmo uma ideia !!!
Abraços e sorrisos
Ana Afonso :)

1:32 da tarde  
Blogger andorinha said...

Wind,
:) Beijos.

5:26 da tarde  
Blogger andorinha said...

Su,
jocas maradas, miga.:)

5:27 da tarde  
Blogger andorinha said...

Pamina,
Mais uma vez em sintonia.
Beijinhos.

Anna^,
Tens toda a razão
Beijocas

O Sical,
Plenamente de acordo contigo, a competência devia ser o único critério de selecção.

Ana afonso,
Não percebi bem a tua ideia, sorry!
Beijinhos

5:29 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home