segunda-feira, junho 18

Numa segunda-feira cinzenta...

Faz-me o favor de não dizer absolutamente nada!
Supor o que dirá
Tua boca velada
É ouvir-te já.

É ouvir-te melhor
Do que o dirias.
O que és não vem à flor
Das caras e dos dias

Tu és melhor - muito melhor! -
Do que tu. Não digas nada. Sê
Alma do corpo nu
Que do espelho se vê.

Faz-me o favor, Mário Cesariny

8 Comments:

Blogger gasolina said...

Cesariny a iluminar o dia!

Beijo, fica bem

6:46 da tarde  
Blogger andorinha said...

gasolina,
É isso, o tempo por aqui continua muito cinzento, mas existe a poesia para lhe dar um pouco mais de cor:)

Um beijo.

6:52 da tarde  
Blogger Sirk said...

Aposto que com a chegada do fim-de-semana já estás mais viradita prós tons pastéis, não?
Bom fim-de-semana, Andy.
:)

8:05 da tarde  
Blogger andorinha said...

Sirkita,
Para os tons pastéis e para os pastéis propriamente ditos, o que é uma chatice por causa da linha:)

Bom fim-de-semana, miúda maradita e lamechas.
:)

8:58 da tarde  
Blogger Su said...

sff de ser feliz. sê

jocas maradas menina

10:56 da tarde  
Blogger andorinha said...

Su,
A felicidade permanente não existe, mas vou tendo os meus momentos felizes, sim:)

jocas maradas...de cores

11:33 da tarde  
Blogger Lord of Erewhon said...

Vê aqui: http://cronicasdapeste.blogspot.com/2006_11_01_archive.html
o que escrevi sobre o Cesariny.

1:33 da tarde  
Blogger andorinha said...

Lord,

Li. Gostei da tua estória e da bela homenagem que lhe fizeste.
Li uma das últimas entrevistas que ele deu, não me lembro a quem e fiquei ainda mais fascinada pelo homem.
Um grande vulto da nossa cultura ainda ignorado por tantos...

PS: Agora que já não tenho o tempo tão preenchido, uma vez que as aulas acabaram, vou começar a ler o teu blog do início.
Ou estou muito enganada, ou vale bem a pena:)

Beijos.

PS2: Quanto ao divertimento, não percebi...Li os posts e os comentários e o que vi foram pessoas com ideias opostas acerca do tema, melhor ou pior fundamentadas.
Algumas picardias, também, mas é o normal.
Escapou-me alguma coisa?
Não é uma pergunta de retórica, é uma pergunta "real", não a faria se não fosse:)

11:04 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home