quarta-feira, fevereiro 1

Pois significa, mas na prática...

"Religião significa não segregação; não segregação como aquela com que o Vaticano fustiga as mulheres que abortam, os homens que reivindicam relações seguras, os seres que entre umas e outros se amam indistintamente dos sexos e das procriações."

Fernando Dacosta inVisão

10 Comments:

Blogger blue kite said...

eu gosto mais de pensar que procurei Deus e quiseram-me vender a religião. Religião que na prática é tudo isso. Seja ela qual for, porque o mundo não é só a religião católica...

6:45 da tarde  
Blogger Pamina said...

É. Todas as religiões têm as suas regras. Quando não se concorda, não se adere. Fazendo parte, ou se sai ou tenta-se mudar as coisas de dentro. Para quem tem fé, evidentemente uma ruptura pode ser muito dolorosa.
De qualquer modo, felizmente, que já acabaram os tempos em que a Igreja Católica impunha, A TODOS, as suas convicções pela força das armas. Hoje em dia, funciona mais como um grupo de pressão.
Por exemplo, a situação das mulheres nos países islâmicos, onde ainda não há a separação entre religião e estado e a repressão se faz não só ao nível da consciência como da própria integridade física, parece-me pior do que a que sofrem as mulheres católicas.

Boa quinta-feira.
Um bj.

10:40 da tarde  
Blogger wind said...

Na prática o Vaticano não respeita nada disso, pelo contrário aniquila e proíbe! Eles só querem é a fortuna que têm.Parece que do tempo das cruzadas e do tempo da inquisição não mudou nada. beijos

12:42 da manhã  
Anonymous Ana Afonso said...

Olá a todos
Concordo em absoluto com a Pamina quem não concorda não adere é isso mesmo...e para mim fé não tem a ver com religião...fé é interior é intrinseco a cada um de nós ...ou não!
O relegião e a igreja é feita por Homens e como tal tem os defeitos dos mesmos...controladora, castradora e que não se adapta ao tempo presente!
É só a minha opinião.
Fiquem bem
Abraços e sorrisos
Ana Afonso :)

11:38 da manhã  
Blogger Rosa said...

Fé e religião estão muuuuuito longe de ser a mesma coisa.
Beijoca na asa, senhora Andorinha! :)

3:53 da tarde  
Blogger andorinha said...

Blue kite,
A ideia de Deus não é vendável, penso eu; ou se acredita ou não.
E é como dizes, isto aplica-se a qualquer religião.

Pamina,
É um facto, todas as religiões têm as suas regras, mas à partida seria de esperar que essas regras não levassem à exclusão de algumas pessoas por terem um estilo de vida ou se regerem por valores que de alguma forma não são aqueles que a igreja defende. Mas não deveria a igreja ser tolerante?
É evidente que a situação nos países islâmicos é muito pior e muito mais gravosa para os seus praticantes.
Beijinhos.

Wind,

Concordo. O Vaticano tem uma posição muito intransigente e retrógrada em diversos assuntos.
Beijos.

Ana afonso
Quem não concorda não adere, claro, mas penso que a igreja poderia fazer um esforço de adaptação aos tempos modernos; só teria a lucrar com isso, não se pode permanecer parado no tempo.
Fé não tem a ver com religião, concordo totalmente.

Rosa,
Ena pá! Estamos de acordo!:)))
Estamos muito formais hoje, senhora dona Rosa.:)

7:12 da tarde  
Blogger lélé said...

... eu penso que as "religiões", pelo menos, tal como elas se nos apresentam, não passam de farsas, de jogos de interesse, poder e manipulação...

10:37 da tarde  
Blogger Anna^ said...

A religião é um contrasenso do principio ao fim.E ainda bem que nem assim consegue demover a FÉ nas pessoas!
Religião e fé DEVERIAM andar de mãos dadas...mas isso hj em dia é uma utopia...penso eu de que.

bjokas andorinha e um excelente fds ":o)

10:21 da manhã  
Blogger mixtu said...

o problemam está nos homens que "mandam" na religião...

6:46 da tarde  
Blogger andorinha said...

Lélé,
Totalmente de acordo.

Anna^,
Deveriam, mas não andam, concordo contigo.
Um óptimo fim-de-semana para ti e um grande beijinho.:)

Mixtu,
Esse será um aspecto...

7:09 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home